Estudo Dirigido para o 7º ano do E.F.: Invertebrados

Estudo dirigido para o 7º ano do E.F.: Invertebrados


Poríferos (Esponjas)


1. Por que os poríferos são considerados animais primitivos?
2. “O Corpo de muitas esponjas lembra um vaso.”. Nessa comparação, a que corresponde, na esponja, cada uma das seguintes partes do vaso:
a) a parede; b) a “boca”; c) a cavidade interna.
3. Para cada um dos tipos de célula a seguir, presentes nos poríferos, descreva resumidamente a localização, a estrutura e a função:
a) Pinacócitos; b) Coanócitos; c) Porócitos; d) Amebócitos; e) Arqueócitos.
4. Por que os poríferos são considerados animais filtradores? Explique.
5. Quais são as células responsáveis pela captura de alimento em esponjas? Como é sua digestão?
Celenterados (Cnidários)


1. Quais as formas corporais básicas dos celenterados? Qual delas é, em geral, séssil?
2. Os celenterados são animais diblásticos. Justifique.
3. O que significa dizer que os cnidários têm sistema digestivo incompleto? E que sua digestão é extra e intercelular?
4. Descreva, resumidamente, a estrutura de um cnidoblasto. Diga qual é a função desse tipo de célula nos celenterados?
5. Explique resumidamente a estrutura do sistema nervoso dos celenterados.
6. Fale sobre a reprodução dos cnidários.


Platelmintos (Vermes Achatados)


1. O que significa dizer que os platelmintos são animais triblásticos e acelomados?
2. Os platelmintos têm sistema digestivo completo. Justifique.
3. Explique, em poucas palavras, como é constituído o aparelho excretor de uma planária.
4. Descreva, resumidamente, o sistema nervoso da planária.
5. Como ocorrem as trocas gasosas nos platelmintos?

6. Dona Maria mora em Campinas e tem família em Pernambuco. Sempre que volta de lá apresenta o mesmo problema: contaminou-se com Schistosoma mansoni. Por mais que o médico explique os cuidados que deve tomar, ela sempre volta com barrida-d'água.
a) Dona Maria pode representar algum risco para a população de Campinas? Por quê?
b) Identifique duas medidas essenciais para a eliminação de uma endemia como barriga-d'água em uma dada região.
7. (Vunesp-SP) No Brasil está largamente distribuída a espécie Schistosoma mansoni, em especial no Nordeste e no Leste. Este platelminto causa a esquistossomose, conhecida como "barriga-d'água". No Brasil, a esquistossomose encontra-se em franca expansão, com focos surgindo nas cidades do sul e noroeste de Minas Gerais. Esta doença tem no homem seu principal hospedeiro definitivo, sendo que as modificações ambientais, introduzidas pelo mesmo, favorecem a sua proliferação.
a) Quais os tipos de larvas do ciclo do Schistosoma mansoni?
b) Qual o destino dessas larvas?
8. No exame a olho nu das fezes de uma criança, foi constatada a presença de estrutura esbranquiçada, similar a pedaços de macarrão cujo nome técnico é proglote. Sua mãe foi informada por algumas pessoas que não havia motivos para preocupação, uma vez que eram pedaços de um animal que morreu e esta se desmanchando. Pergunta-se:
a) A informação recebida pela mãe é correta? Justifique a resposta.
b) Que parasita o menino apresentava e a que filo e classe pertence o animal em questão?
9. Moisés é membro da comunidade judaica de uma cidade brasileira. Por força de suas convicções religiosas, Moisés jamais comeu carne de porco e prefere alimentar-se à base de saladas e frutas frescas. No entanto, após uma série de consultas médicas, exames revelaram que Moisés apresentava um quadro de cisticercose, causada por parasitas da espécie Taenia solium. Como todos sabem, esse parasita provoca nos seres humanos uma doença que se transmite pela ingestão de carne de porco contaminada. Como é possível que Moisés tenha contraído cisticercose se ele nunca ingeriu carne de porco?
10. A Taenia solium é o verme adulto parasita do intestino delgado do homem, provocando dores abdominais, perturbações digestivas, diarréia e/ou constipação. No homem e no cão, os cisticercos (sua forma larvar) têm predileção pelo cérebro, originando perturbações nervosas graves, tais como epilepsia, perda de equilíbrio, paralisias e outras neuropatias. Tendo conhecimento de seu ciclo biológico, que medidas poderiam ser recomendadas para controle dessas parasitoses?
11. Em um estudo sobre variabilidade genética, um pesquisador utilizou como modelo de estudo para as suas análises a Taenia solium e o Schistosoma mansoni. Em qual desses vermes foi observado maior variabilidade genética? Justifique sua resposta.
Nematelmintos (Vermes Cilíndricos)


1. Classifique os nematelmintos quanto às seguintes características:
a) Quando a forma do corpo em relação aos plateomintos.
b) Tipo de simetria corporal;
c) Tipo de sistema digestivo (completo ou incompleto).
2. Qual é a função da cutícula presente nos vermes nematelmintos?
3. Que tipo de órgão excretor os nematelmintos apresentam?
4. Como ocorrem as trocas gasosas nos nematelmintos?

5. "Humilhação dessas lombrigas / humilhação de confessá-las (...) / o que é pior: mínimo verme / quinze centímetros modestos (...) / enquanto Zé, rival na escola (...), / ele expeliu entre ohs! E ahs! (...) / formidável tênia porcina: / a solitária de três metros." (C.D. Andrade, "Dupla Humilhação")
a) A quais filos animais pertencem a lombriga e a tênia respectivamente?
b) Cite duas novidades evolutivas do filo da lombriga em relação ao filo da tênia.


6. Qual o agente patogênico causador do amarelão? Como ocorre a contaminação e onde se dá a fixação do referido agente no hospedeiro?
7.No início do século, o Jeca Tatu, personagem criado por Monteiro Lobato, representava o brasileiro de zona rural, descalço, mal vestido e espoliado por vermes intestinais. Jeca se mostrava magro, pálido e preguiçoso, características decorrentes de parasitose. Sobre o personagem, Monteiro Lobato dizia: "Ele não é assim, ele está assim" e ainda: " Examinando-lhe o sangue assombra a pobreza em hemoglobina."
a) Que vermes intestinais eram responsáveis pelo estado do Jeca?
b) Tendo em vista que essa parasitose ainda hoje acomete milhões de brasileiros, o que as pessoas devem fazer para não adquiri-la? Por quê
8. Em que doenças parasitárias:
a) o verme adulto vive, preferencialmente, no sistema linfático humano?
b) a larva do parasita passa pelo meio aquático, após sair do caramujo?
9. A filariose ou elefantíase é uma doença freqüente em regiões tropicais, inclusive no Brasil, e é causada por vermes nematóides da espécie Wuchereria bancrofti e transmitida por um mosquito do gênero Culex.
a) Que sistema do organismo é afetado e qual a conseqüência?
b) Mencione duas medidas profiláticas para evitar a elefantíase.
10. Em um centro de saúde, localizado em uma região com alta incidência de casos de ascaridíase (lombriga, Ascaris lumbricoides), foram encontrados folhetos informativos com medidas de prevenção e combate à doença. Entre as medidas, constavam as seguintes:
I. Lave muito bem frutas e verduras antes de serem ingeridas.
II. Ande sempre calçado.
III. Verifique se os porcos - hospedeiros intermediários da doença - não estão contaminados com larvas do verme.
IV. Ferva e filtre a água antes de tomá-la.O diretor do centro de saúde, ao ler essas instruções, determinou que todos os folhetos fossem recolhidos, para serem corrigidos. Responda.
a) Quais medidas devem ser mantidas pelo diretor, por serem corretas e eficientes contra a ascaridíase? Justifique sua resposta.
b) Se nessa região a incidência de amarelão também fosse alta, que medida presente no folheto seria eficaz para combater tal doença? Justifique sua resposta.
11. Uma criança, depois de passar férias em uma fazenda, foi levada a um posto de saúde com quadro sugestivo de pneumonia. Os resultados dos exames descartaram pneumonia por vírus ou bactéria. A doença regrediu sem necessidade de tratamento. Algumas semanas depois, um exame de fezes de rotina detectou parasitismo por Ascaris lumbricoides e por Enterobius vermicularis (oxiúro). A mãe foi informada de que um dos vermes poderia ter causado a pneumonia.
a) Qual poderia ter sido o verme responsável? Justifique a sua resposta.
b) Cite um outro verme que pode causar sintomas semelhantes no ser humano.

Anelídeos (Vermes Segmentados)


1. O que é metameria existente nos anelídeos e quais são as suas vantagens?
2. Enumere e apresente as características principais das classes Oligochaeta, Polychaeta e Irudinea do filo Annelida. Dê um exemplo de representante para cada classe.
3. Classifique os anelídeos quanto às seguintes características:
a) número de folhetos (ou tecidos) embrionários;
b) tipo de simetria corporal;
c) Tipo de cavidade corporal (acelomado, pseudocelomado ou celomado).
4. Sobre o sistema digestivo de uma minhoca, responda:
a) Qual é o tipo de alimento ingerido?
b) Qual é a função da moela?
c) Que tipo de digestão ocorre?
5. Qual é a importância das minhocas para a agricultura?
6. Sobre o sistema circulatório da minhoca, responda:
a) É aberto ou fechado? Explique brevemente.
b) Como o sangue é impulsionado no interior dos vasos:
c) Qual é o pigmento respiratório presente?
7. Como é a respiração de um anelídeo como a minhoca?
8. Sobre a excreção da minhoca, responda:
a) Qual é o órgão excretor? Qual é o principal excreta eliminado?
9. Explique resumidamente como é o sistema nervoso de uma minhoca.
10. Os anelídeos são monóicos ou dióicos? Explique brevemente como ocorre sua reprodução.


FILO MOLLUSCA

01. Considere as seguintes características de determinado animal: hermafroditismo, celomado, pulmão simples, um par de nefrídios, dois pares de tentáculos sensoriais, glândula secretora de muco e rádula.

a) A que filo e classe pertence o animal que apresenta todas as características descritas? Cite um exemplo de animal pertencente a essa classe.
b) Qual é a função do muco secretado pela glândula? Cite uma classe, do mesmo filo, em que essa glândula não existe.


02. Explique, de maneira comparativa, duas características que permitem considerar moluscos como animais mais complexos que celenterados.

03. Uma estrutura comum no tubo digestivo de várias classes de moluscos é a rádula, que funciona como uma língua raspadora e trituradora de alimentos. Porém, nos bivalves, a rádula está ausente. Por quê?

04. Citar três características exclusivas dos moluscos.

05. A classe Gastropoda conquistou uma ampla variedade de "habitats", o que certamente tornou esse grupo o mais bem sucedido entre os moluscos. O referido grupo sofreu a mais extensa irradiação adaptativa dentro desse filo.

Considerando as modificações que sofreram algumas espécies de gastrópodos, na transição do ambiente aquático para o terrestre, especifique as alterações que se deram no que se refere a:
— concha;
— desenvolvimento reprodutivo;
— local de troca gasosa.


06. Os navios são considerados introdutores potenciais de espécies exóticas através da água de lastro (utilizada nos tanques para dar aos navios estabilidade quando vazios). Essa água pode conter organismos de diversos grupos taxonômicos. Com certa freqüência lêem-se informações relacionadas a essas introduções:

I. O mexilhão dourado (Limnoperna fortunei), um bivalve de água doce originário do sul da Ásia, chegou ao Brasil em 1998 e já infestou rios, lagos e reservatórios da Região Sul e do Pantanal. Além de causar problemas ecológicos, esse invasor ameaça o setor elétrico brasileiro, a agricultura irrigada, a pesca e o abastecimento de água devido à sua capacidade de se incrustar em qualquer superfície submersa.

(Adaptado de Evanildo da Silveira, "Molusco chinês ameaça ambiente e produção no Brasil". http://www.estadao.com.br/ciência/notícias/2 04/mar/18/75.htm)


II. As autoridades sanitárias acreditam que o vibrião colérico, originário da Indonésia, chegou ao Peru através de navios e de lá se espalhou pela América Latina.

(Adaptado de Ilídia A.G.M.Juras, "Problemas causados pela água de lastro". Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados, 2003.)


a) Além de problemas como os citados acima, a introdução de espécies oferece risco de extinção de espécies nativas. Explique por quê.
b) Indique uma característica que diferencie os moluscos bivalves das demais classes de moluscos. Indique uma outra característica que permita incluir os bivalves no filo Mollusca.
c) Nas áreas de risco de contaminação por vibrião colérico, as autoridades sanitárias recomendam não ingerir mexilhões e ostras crus. Essa recomendação baseia-se no modo como esses moluscos obtêm alimento. Explique.




Filo Arthropoda


01.Quais são as duas principais evidências que reforçam a hipótese do parentesco evolutivo entre anelídeos e artrópodes?


02. Para alguns cientistas, os artrópodes teriam surgido a partir dos anelídeos. Os peripatos (Peripatus sp) seriam os representantes atuais dos possíveis ancestrais dos artrópodes, uma vez que reúnem características dos anelídeos e dos artrópodes. Os peripatos apresentam corpo vermiforme, são dotados de traquéias, possuem nefrídeos, têm circulação aberta e cutícula de quitina. Quais dessas características são próprias dos anelídeos e quais características pertencem aos artrópodes?


03. Joãozinho é estudante do 2° grau e passou a manhã toda observando os animais em uma mata. Indique qual o filo de animais que deveria estar mais representado nas observações de Joãozinho e duas características importantes deste filo.


04. O número de espécies dos grandes animais está proporcionalmente representado no diagrama abaixo. a) Um dos filos inclui a classe de invertebrados mais abundante em número de espécies. Qual é essa classe?
b) Indique duas características morfológicas que contribuíram para o sucesso dessa classe. Justifique.

05. Indique três características da classe de animais que inclui indivíduos com capacidade de vôo durante a fase adulta e quatro pares de falsas patas durante a fase larvária.
06. Os gráficos a seguir representam a taxa de crescimento natural observada em algumas espécies animais até atingirem a fase adulta.
LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER,F. Biologia. São Paulo: Ática, 2004
Após analisar os gráficos, faça o que se pede:
a) Identifique um classe de animal que possa ter um desenvolvimento correspondente aos gráficos A e B, respectivamente.
b) Explique a diferença observada nos gráficos entre o crescimento corporal desses animais.
07. Nos insetos o sistema respiratório está desvinculado do sistema circulatório.
a) Como é esse sistema respiratório? Qual a função do sistema circulatório nesses organismos?
08. A figura adiante representa o esquema geral do sistema respiratório de indivíduos adultos de determinado grupo animal.
a) A que grupo animal refere-se o esquema?
b) Qual a relação entre o sistema respiratório e o circulatório, nesse grupo animal? Justifique sua resposta.
09.O zumbido do vôo de um pernilongo é produzido pelo movimento de suas asas. Essa intensa atividade muscular, requerendo alto consumo de oxigênio, é compatível com o tipo de sistema circulatório dos insetos?
10. Os insetos possuem sistema circulatório aberto e, em sua hemolinfa, não existem pigmentos como a hemoglobina ou a hemocianina - pigmentos responsáveis pelo transporte de oxigênio em outros animais. A maioria dos insetos é capaz de voar por períodos longos, o que implica necessariamente grande esforço muscular associado a um consumo elevado de oxigênio.Explique como é possível para os insetos, na ausência de pigmentos transportadores, obter o oxigênio necessário ao vôo.
11. Leia com atenção o que Calvin está dizendo às formigas:
a) Justifique, do ponto de vista biológico, a afirmação de Calvin: "se elas estivessem me entendendo, nunca mais teremos problemas com as formigas".
b) Cite dois outros grupos de insetos com modo de vida semelhante ao das formigas. Sugestão de
12. (UFPR) Os insetos apresentam três tipos de desenvolvimento pós-embrionário: ametábolo, hemimetábolo e holometábolo. Com base nas figuras a seguir, identifique e caracterize os três tipos.
13. Um dos maiores problemas encontrados pelos agricultores é a existência de insetos que chegam a destruir lavouras inteiras. Contudo, nem todos os insetos, denominados pragas, são daninhos durante todas as fases do ciclo de vida.
a) COMENTE o papel desempenhado pelas borboletas durante sua fase larval e adulta, em relação ao exposto anteriormente.
b) CITE um inseto que se apresenta como praga desde a fase jovem até a fase adulta do seu ciclo de vida.
14. Os insetos constituem um grupo de animais que apresenta grande diversidade biológica e desempenha importante papel nos ecossistemas terrestres. Por outro lado, algumas espécies desse grupo podem causar sérios prejuízos à agricultura e à saúde humana e animal. a) Descreva três adaptações estruturais que contribuíram para o sucesso evolutivo dos insetos, bem como para sua ampla dispersão em ambientes terrestres. b) Explique o processo de transmissão de uma doença humana, na qual um inseto é o vetor de um protozoário, agente causador dessa doença.
15. O esquema é válido para o desenvolvimento de muitas espécies de insetos:
ovo - larva - pupa - adulto
a) Como são denominados os insetos que apresentam esse tipo de desenvolvimento?
b) Cite dois exemplos de insetos que apresentam esse tipo de desenvolvimento.
16. Dê a classificação dos insetos quanto ao fenômeno da metamorfose. Caracterize cada uma delas.
17. Os insetos constituem um dos grupos mais antigos e numerosos com características bem definidas. Abordando o tema, fale sobre:
a) O tipo de esqueleto e a divisão do corpo.
b) O tipo de respiração e circulação.
c) O desenvolvimento dos insetos holometábolos.

18. Como chegavas do casulo, - inacabada seda vida - tuas antenas - fios soltos da trama de que eras tecida,e teus olhos, dois grãos da noite de onde o teu mistério surgia.
a) A que filo e classe pertence o animal de que falam os versos?
b) Qual a seqüência dos estágios de seu desenvolvimento?

19. João e Pedro estão caminhando por um parque e observam, presas ao tronco de uma árvore, "cascas", que João identifica como sendo de cigarras. Especialistas chamam essas cascas de exúvias. João conta a Pedro que a tradição popular diz que "as cigarras estouram de tanto cantar", explica que as cigarras são insetos e descreve o número de apêndices encontrados em um inseto generalizado.
a) Do ponto de vista biológico, é correto afirmar que exúvias são restos do corpo de cigarras que "estouraram de tanto cantar". Justifique a sua resposta.
b) Qual o número de apêndices encontrados no tórax de um inseto adulto generalizado?
20. Os invertebrados como, por exemplo, borboletas, planárias, esponjas, minhocas, baratas e hidras, podem ser agrupadas de acordo com características relativas à excreção.
a) Dentre os animais, quais não apresentam estruturas especializadas para a excreção? Explique como é realizada a excreção nestes casos.
b) Os Túbulos de Malpighi têm função excretora. Indique em que dos animais citados eles ocorrem e explique o mecanismo de excreção nestes animais.
21. Os quadrinhos retirados da Folha de São Paulo (03.10.2000) fazem referência ao exoesqueleto.
a) O exoesqueleto é uma característica exclusiva dos insetos? Justifique.
b) Cite uma vantagem e uma desvantagem adaptativa decorrentes da presença do exoesqueleto.
22. (UNICAMP) A cigarra e a formiga são personagens de uma fábula que enaltece o trabalho. A biologia dos grupos aos quais pertencem esses insetos explica o diferente papel desempenhado por eles na fábula. No verão, encontram-se cascas de cigarras presas nas árvores ou no chão. Há uma crença popular de que as cigarras "arrebentam de tanto cantar".
a) Que aspecto da biologia das formigas justifica sua associação com o trabalho?
b) Qual a função do canto das cigarras?
c) As cascas não são cigarras mortas. Explique o que representam essas cascas.

23. A revista Ciência Hoje (nº 140, 1998) publicou um artigo relatando que pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz desenvolveram uma vela preparada com o bagaço da semente de andiroba, cuja queima é capaz de inibir o apetite das fêmeas do mosquito Aedes aegypti .
a) Cite uma doença, transmitida por este mosquito.
b) Explique, através do mecanismo de contágio, como a vela de andiroba pode colaborar na diminuição da proliferação desta doença.
24. "O Ceará vive a segunda maior epidemia de dengue de sua história. De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), atualmente existem 23.357 casos confirmados da doença em 126 municípios. Em Fortaleza, 10.562 ocorrências foram confirmadas, o que corresponde a mais de 45% dos registros em todo o Estado".
Jornal 0 POVO, 3 de setembro de 2001
O transmissor dessa doença e o mosquito Aedes aegypti, inseto da ordem Díptera.Observe a figura a seguir, que mostra o desenvolvimento do inseto, e responda o que se segue:
a) Esse inseto é classificado como Pterigoto e Holometábolo. O que significa cada termo?
b) Cite três medidas de prevenção e/ou combate ao inseto transmissor da dengue.

25. (VUNESP) "O crescimento do Ecoturismo é um dos principais responsáveis pelos surtos de febre amarela nos últimos anos. Na busca do contato com a natureza, o homem também se aproxima do mosquito Haemagogus, que transmite a forma silvestre (selvagem) da doença, a partir de macacos infectados".
(Jornal "O Estado de S. Paulo", 3.3.2001, p. A2.)
a) Qual o nome do mosquito transmissor da febre amarela nos centros urbanos? Que outra doença é transmitida por esse mesmo vetor?
b) De que forma a febre amarela contraída nas matas pode ser disseminada na população que vive nos centros urbanos? O uso generalizado de antibióticos no combate a essa doença resolveria o problema? Justifique sua resposta.
26. O conhecimento dos artrópodes é de grande importância médica. Mencione duas razões que apóiem esta afirmativa e cite pelo menos duas classes de artrópodes envolvidos em problemas de saúde humana.

Filo Equinodermatha

1. Andando pela praia, você encontra uma estrela-do-mar. Pergunta-se:

a) A que filo ela pertence?

b) Qual é o tipo de esqueleto da estrela-do-mar?

2. equinodermos são animais marinhos que apresentam, em sua maioria, simetria radial.

a) Por que a simetria radial dos equinodermos é considerada secundária?

b) Compare o esqueleto dos equinodermos com o dos artrópodes, quanto à localização e à composição.

3. Numa excursão à praia foram, coletados alguns organismos que foram colocados em sacos plásticos e identificados como: esponjas, cracas, algas macroscópicas, gastrópodes, mexilhões (bivalves), ouriços-do-mar, caranguejos e estrelas-do-mar.

a) Organize os animais coletados por filos.

b) Além dessa organização por filo, os animais podem ser classificados pela mobilidade (os fixos e os que se deslocam) ou pelo seu principal modo de obter o alimento (filtradores, predadores e herbívoros).Organize-os segundo a mobilidade e depois, segundo o modo de obter alimentação.

4. Os invertebrados como, por exemplo, borboletas, planárias, esponjas, minhocas, baratas, hidras e estrelas-do-mar, podem ser agrupadas de acordo com características relativas à excreção.

a) Dentre os animais citados, quais não apresentam estruturas especializadas para a excreção? Explique como é realizada a excreção nestes casos.

b) Cite a estrutura excretora dos demais animais.

1 comentários:

Anônimo disse...

so falto as respostas